domingo, 7 de outubro de 2012

Camisa de Vênus - Batalhões de Estranhos [1984]



Por Wladimyr Cruz

Um anos depois de sua estréia em vinil, e de terem sido demitidos da Som Livre por não quererem mudar seu nome, o controverso Camisa de Vênus lançou seu segundo disco no distante ano de 1984 via extinta RGE.

Correndo sozinho, fazendo punk rock em plena Bahia, o conjunto nesta época já era razoavelmente conhecido, mas explodiu de vez com a primeira faixa deste disco, o single "Eu Não Matei Joana D'arc", um dos maiores hits do grupo até hoje.

Aqui o Camisa já se aventurava em fazer algumas baladas, músicas melancólicas que permearam todo o trabalho da banda, aparecendo as vezes aqui e acolá. Neste disco, neste naipe, temos "Lena" e "Rostos E Aeroportos", duas faixas carregadas e densas. "Batalhões De Estranhos" tem mais alguns hits, caso de "Hoje" (que inclusive o Charlie Brown Jr. gravou em seu Acústico MTV ao lado de Marcelo Nova) e "Gotham City".

Os destaque do álbum ficam para as faixas mais punk e de letras mais ácidas, caso de "Casas Modernas", "Crime Perfeito" e a faixa-título.

Pouquíssimas bandas, em 1984 e até os dias de hoje, tiveram a coragem de fazer um disco tão subversivo, mas é até redundante falar isso pois toda a discografia do Camisa exala subversão, contestação e espírito punk.

Em resumo, mais um clássico da música punk nacional que deve ser ouvido por todos.
de ZP

Nenhum comentário:

Postar um comentário