segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Apanhador Só [2010]

Link oficial 320kbps


Por Danilo Rocha em White Sky

A sensação que tive ao escutar o primeiro disco (precedido por EP's) do Apanhador Só foi de pura satisfação, algo raro em um disco de rock nacional. O álbum auto intitulado é delicioso aos ouvidos e empolgante com produção de Marcelo Fruet ("Como Num Filme Sem Um Fim", Pública, outro bom disco). Apanhador Só é primo distante de Los Hermanos (sempre uma referência honrosa) ou até mesmo Pública, mas isso é só pra se ter uma base do que estou falando já que a banda gaúcha segue um caminho próprio, buscando beleza harmônica e ela sempre chega.

Começa com "Um Rei e o Zé" sendo apresentada pela bateria de Rodrigo Pacote. Música simples que flerta descaradamente (muito bem vindo esse flerte) com o samba. "Pouco Importa" é canção curtinha de 8 versos.Na verdade, uma das canções de rock que mais me arrebataram esse ano.

Destaco ainda "Porta-Retrato", "Balão-de-Vira-Mundo", "Bem Me Leve". Aliás, o disco inteiro. Alexandre Kumpinski, parabéns.


Músicas:

1. Um Rei e O Zé
(Alexandre Kumpinski, Ian Ramil)
2. Pouco Importa
(Alexandre Kumpinski)
3. Prédio
(Alexandre Kumpinski, Diego Grando)
4. Maria Augusta
(Alexandre Kumpinski, Fernão Agra, Dursko)
5. Peixeiro
(Alexandre Kumpinski, Marcelo Noah)
6. Bem-me-leve
(Alexandre Kumpinski)
7. Nescafé
(Alexandre Kumpinski, Ian Ramil, Diego Grando)
8. O Porta-retrato
(Alexandre Kumpinski, Estevão Bertoni)
9. Balão-de-vira-mundo
(Alexandre Kumpinski, Felipe Zancanaro, Guile C.)
10. Jesus, O Padeiro e O Coveiro
(Alexandre Kumpinski, Fernão Agra, Drusko)
11. Origames Over
(Alexandre Kumpinski)
12. Vila Do Meio-dia
(Alexandre Kumpinski, Fernão Agra)
13. E Se Não Der
(Alexandre Kumpinski, Diego Grando)


Banda:

Alexandre Kumpinski - voz e guitarra
Felipe Zancanaro - guitarra
Fernão Agra - baixo
Martin Estevez - bateria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...