terça-feira, 17 de maio de 2016

Patrulha do Espaço - Dormindo em Cama de Pregos [2012]

Yandex 320kbps


Por Alexandre - Wildshark em Toca do Shark

Desde 2000 (quando a banda voltou à ativa pra valer depois de uns 7 anos mais ou menos) eu os acompanho de perto, mas perto mesmo, pois pra mim ficou latente e palpável a qualidade sonora e artística desta banda, independente da formação vigente, também percebi com profundidade a grande importância histórica que a PATRULHA DO ESPAÇO exerce na história do ROCK AND ROLL abaixo da linha do Equador e quando falo em ‘História do ROCK AND ROLL’ estou falando da verdadeira História e não essa História falsa, mentirosa, torpe e deturpada que todos contam por aí. A História a que me refiro tem personagens ímpares como OS MUTANTES, JOELHO DE PORCO, SÁ, RODRIX & GUARABYRA, BIXO DA SEDA, O TERÇO, MADE IN BRAZIL, CASA DAS MÁQUINAS, OS INCRÍVEIS, AVE SANGRIA, MOTO PERPÉTUO, VÍMANA e ARNALDO & PATRULHA DO ESPAÇO que mais tarde se tornaria PATRULHA DO ESPAÇO, essa instituição até hoje capitaneada pelo Baterista e Piloto da ‘Nave’ Rolando Castello Júnior que neste disco trouxe uma nova formação que conta com Danilo Zanite na guitarra e voz, Paulo Carvalho no baixo e pela primeira vez uma mulher à bordo, a vocalista Marta Benévolo, além do fato de Júnior agora cantar também.

Marta Benévoto (vocais)
Dormindo em Cama de Pregos é um disco de curta duração (apenas 6 faixas) com capa em 'paper-sleeve', ou seja, 'envelope' mas com produção profissional de grande vibe Rocker! Das 6 faixas, 4 são com a nova formação que já citei. A primeira faixa Rolando Rock é uma faixa autobiográfica do baterista Júnior onde eles expressam total energia Rock and Roller, imprimindo a pegada certeira e trabalhadíssima de Junior nos tambores, além da sua voz rouca e profunda, um meio termo entre JOE COCKER e LEMMY com as cacetadas de um KEITH MOON brazuca!

Riff Matador é malandra, pesada, tem o vocal triplo de Junior/Marta/Danilo (que além de guitarrista incrível, é co-autor desta faixa). Pegadas, riffs, vocais e ‘tapas-na-cara’ dos que desdenham desta Usina de Rock chamada PATRULHA DO ESPAÇO como, por exemplo, na estrofe “...Les Paul e Marshall, sangue e suor, A verdade cura no coração, Matando dez leões a cada dia, Somos a resistência do movimento...”

Danilo Zanite (guitarra e vocais)
Máquina do Tempo é uma balada linda e forte que serviu de apresentação do guitarrista Danilo Zanite aos fãs, onde ele expressa toda sua destreza como cantor, guitarrista e intérprete, com tamanha elegância essa faixa vai colar nos ouvidos dos fãs lembrando as antigas baladas cantadas pelo ex-vocalista, organista, guitarrista Rodrigo Hid.

Estrelas Dirão traz a banda de volta ao Rock Expresso, com Marta Benévolo se apresentando por completo ao lado de Zanite e Paulo Carvalho que também é um ótimo baixista, segurando a onda lá atrás como uma espécie de John Entwhistle ou John Deacon, discreto mas totalmente presente e necessário.

Agora é a vez das faixas bônus que foram executadas por formações anteriores à essa.

Rock Com Roll é original do disco Missão na Área 13 de 2004, aqui numa versão gravada no mesmo ano no CCSP e que deveria ter entrado no disco ao vivo Capturado ao Vivo no CCSP lançado somente em 2007, mas por algum problema não entrou e permaneceu inédita até agora (talvez pela qualidade de gravação que dá uma variação no meio da faixa). A formação que gravou esta música é a mesma que foi responsável pelo retorno do grupo em 1999, Rolando Castello Junior (bateria), Luiz Domingues (baixo, ex- A CHAVE DO SOL e futuro PEDRA), Rodrigo Hid (guitarra, vocal, órgão Hammond, futuro PEDRA) e Marcello Schevano (guitarra, vocal, órgão, flauta, futuro CARRO BOMBA)
Rolando Castello Junior (bateria e vocais)

A segunda faixa bônus e última do disco Quatro Cordas e Um Vocal foi gravada em Junho de 2009 por Júnior (bateria), Marcello Schevano (vocal e guitarra) e René Seabra (baixista que tocou na PATRULHA em 1993 e retornou em meados dos anos 2000). Essa faixa é uma belíssima homenagem à duas perdas que o ROCK AND ROLL Brasileiro sofreu entre 2008 e 2009, o ex-baixista da PATRULHA Oswaldo ‘Kokinho’ Gennari ( o tal “Quatro Cordas) e a vocalista do MADE IN BRAZIL Déborah Carvalho (o tal “Um Vocal”) que faleceram no fim de 2008 e começo de 2009. 

Paulo Carvalho (baixo)
Num resumo da 'ópera', podemos considerar este novo lançamento da PATRULHA DO ESPAÇO como um EP (igualmente o.com.Pacto lançado em 2003 e o do mesmo ano), mas um senhor EP, com qualidade extrema, cuidado acima da média e experiência do quem tem mais de 3 décadas nesta estrada tortuosa do ROCK AND ROLL brasileiro que muitos insistem em chamar de 'cena nacional', mas só se for 'cena de cinema', ou seja, fictícia, pois numa cena que se prese um talento tão considerável como o desta banda seria louvado e reconhecido, o que, infelizmente não acontece, vejam o que aconteceu com o ANVIL, será que vamos ter que fazer um filme com o Júnior? ACORDA BRASIL!


1. Rolando Rock 
(Shevano/Castello)
2. Riff Matador 
(Zanite/Castello)
3. Máquina do Tempo 
(Zanite)
4. Estrelas Dirão 
(Zanite/Benêvolo)
Bônus Tracks
5. Rock com Roll (ao vivo 2004)  
(Shevano/Castello)
6. Quatro Cordas e Um Vocal 
(Shevano/Castello)

2 comentários:

  1. Yandex is a good choice for 1-click hosting, no waiting and parallel downloads. Even better is https://cloud.mail.ru/, as it has much faster downloads, and is not as aggressive at banning.

    ResponderExcluir