quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Index - Liber Secundus [2001]



Depois de um primeiro disco ainda preso ao passado, a banda gaúcha lança o segundo disco pela Rock Symphony. O estilo da banda continua seguindo a escola italiana, mas percebemos algumas influências britânicas desta vez. Talvez tenha sido impressão minha, mas em alguns momentos percebo algumas homenagens à Pink Floyd (The Great Gig in The Sky) na música Lágrima (vocais femininos emocionantes), Yes (Heart of the Sunrise) em Guernica em Nova York - poesia e música belíssimas - e Novella (Renaissance?). Ouçam e tirem suas próprias conclusões. Aliás, poesia e músicas combinam-se perfeitamente neste disco. Belas letras.

Musicalmente, a banda evolui. Otaviano deixou a bateria e pilota agora os teclados e a entrada de Leonardo Reis adicionou mais energia às composições. Essa mexida nos músicos deu mais punch ao som do Index. Vocais em português (o que é sempre louvável) mas que em alguns momentos poderiam ser dispensáveis. Instrumentalmente um disco impecável, ao contrário do primeiro, que soa burocrático em alguns momentos.

Ad Perpetuam Memoriam Index!

Músicas

Lágrima - 9:10
Portões de Gaza - 13:13
Fim de Floresta - 8:00
Algemas de Cristal - 1:46
Guernica em Nova York - 9:05
Instantes - 7:52
Novella - 13:46

Músicos

Ronaldo Schenato - baixo
Leonardo Reis - bateria e vocais
Otaviano Kury - teclados e vocais
Jones Júnior - guitarra e vocais

Nenhum comentário:

Postar um comentário