quarta-feira, 5 de julho de 2017

Eduardo Araújo & Silvinha - Sou Filho Desse Chão [1976]

Yandex 320kbps


Por Rédigé par Miedj* em bossa-normadie

Confesso que na primeira audição eu fiquei agradavelmente surpreendido com o material oferecido por Sou Filho Desse Chão (1976) de Eduardo Araújo e Silvinha. Mais conhecido por gravar Country Rock, Rock 'n' Roll e Soul, Eduardo Araújo surpreende. Sou Filho Desse Chão é um álbum bastante radical, que oferece música inspirada principalmente pelo rock psicodélico e música progressiva. Agora estou em terreno familiar. Se Eduardo Araújo não estivesse cantando em português e se, de tempos em tempos, ele não encaixa-se suas referências culturas e musicais no álbum (como o choro e forró na faixa de abertura "Sou filho Deste Chão "), eu mal poderia acreditar que ele seria artista brasileiro. Sou Filho Desse Chão tem sua alma no rock psicodélico("Círculo vicioso"). "Girassol", lembra grupos progressivos ingleses como Hatfield & the North ou Henry Cow ou o r.i.o. do grande Frank Zappa ( "Capoeira"). Os solos de guitarra não estão muito longe dos de Carlos Santana. Minha música favorita, "Manda Embora a Tristeza" que mescla perfeitamente o pop anglo-saxão e o brasileiro. E para se divertir, aprecie a interpretação muito "pink-flodiana" de Silvinha em "Ter o Que Eu Tenho SemVocê." Sou Filho Desse Chão é um projeto musical pouco frequente no universo da MPB. Portanto surpreendente descobrir.
*tradução livre

A1. Sou filho deste chão
(Guilherme Lamounier, Eduardo Araújo)
A2. Círculo vicioso
(Guilherme Lamounier)
A3. Girassol
(Jaime Sodré, Luguita)
A4. Capoeira
(Jair Amorim, Evaldo Gouveia)
A5. O tempo que esse tempo tem
(Luguita, Eduardo Araújo)
B1. Manda embora a tristeza
(Chil Deberto, Eduardo Araújo)
B2. Misturando rock com baião
(Eduardo Araújo)
B3. Ter o que eu tenho sem você
(Guilherme Lamounier)
B4. Capoeira
(Dirceu Medeiros, Eduardo Araújo)
B5. Opanigê
(Luguita, Eduardo Araújo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário