quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Trimela! - O Veneno da Valsa [2012]



Em 2010, após algumas jam sessions, a Trilema! surgiu com o intuito de criar apenas música instrumental. Sem se prender a um estilo único e pré-determinado, a banda foi construindo sua identidade através dos improvisos, da livre expressão. Desse fluxo e combinação de ideias, de maneira espontânea nasceram fragmentos musicais que remetiam a um enérgico caos.

É nesse clima que surge o primeiro lançamento da banda, O Veneno da Valsa. Estão presentes nos aproximadamente 40 minutos das 5 faixas desse álbum a heterogeneidade dos estilos musicais identificáveis e os tortuosos caminhos que por vezes se misturam com um clima sombrio e onírico através das dissonâncias. Esses elementos, além de estarem refletidos no processo criativo do conjunto, estão entranhados nas influências do trabalho: a inquietação dos labirintos kafkianos em “Samsa”, a incontrolável e doente dança em “Vitus (Parte I: A Dança, Parte II: A Febre. Parte III: O Fim)”, a obsessão humana em “Me Chamem de Ismael”, a presença do inconsciente demente em “O Homem dos Lobos” e “O Homem dos Ratos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...