sábado, 26 de janeiro de 2013

Álibi de Orfeu - Só Veneno [2010]




Banda Álibi de Orfeu lança álbum “Só Veneno”

Publicando em 28 de abril de 2010 no Diário do Pará

A alcunha de independente, quando ligado à música, é sinônimo de muita ralação, principalmente para formalizar o trabalho, em forma de disco. Isso significa uma verdadeira corrida atrás de recursos para custear desde a produção até a prensagem do CD. Justamente por conta disso, a banda paraense Álibi de Orfeu lança hoje, depois de mais de três anos do pré-lançamento, o disco “Só Veneno” (Ná Music). De 2007 pra cá, muito trabalho. Ajustes sonoros, parcerias e corrida em busca de patrocínios foram basicamente as atividades que os integrantes fizeram nesse tempão. E, no final, tudo saiu como eles queriam.

A vocalista Gláfira Lobo conta que não é nada fácil fazer um disco redondinho e botar nas prateleiras. Tem que ter muita paciência e aguardar. “São várias etapas para que um disco fique pronto até o lançamento. Só a gravação não garante que ele vai sair”, conta. Ela diz que muitos recursos para a pós-produção dependiam de recursos extras. “Demoramos por falta de patrocínio. Até que encontramos as empresas que nos apoiaram. Essa é a realidade da música independente na Amazônia”, diz.

Mas eles não reclamam do tempo. “Ficou melhor do que imaginávamos”, conta a vocalista e compositora. A espera serviu ainda para refinar as parcerias. No novo disco, a faixa título conta com a parceria de Frejat nas guitarras. A velha intimidade com Edgar Scandurra, ex-“Ira!”, também permaneceu na produção deste último CD. “Mas desta vez ele quis também cantar e tocar e ainda gravou solo”, revela Gláfira.

A sonoridade de “Só Veneno” não tem, porém, lembranças das notas oitentistas, já desgastadas, apesar de essa ser a principal vertente musical no disco. A vocalista garante que, para se reinventar, não tem muito mistério. “A música se recicla automaticamente. Os integrantes da banda ajudam para isso também. Cada um tem uma referência musical mais forte e isso está presente nas composições da banda”, conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário